Anjo da Guarda: mensageiro do Senhor


Dois de outubro é o dia dos Santos Anjos da Guarda. Anjo da Guarda, padroeiro da nossa Diocese, da Paróquia da Catedral e do município de Santo Ângelo. Somos os únicos, em todo Brasil, com esse padroeiro.

“Angel Custódio” (Anjo da Guarda), nome escolhido para o último dos trinta povos das Missões (Paraguai, Argentina e Brasil) ou o último dos nossos Sete Povos das Missões (RS). Sua igreja se volta para o sul, em direção aos demais povos, fechando o ciclo, como anjo cuidador de todos.

Anjo da Guarda, retratado em toda Bíblia, não deixa de ser um arquétipo positivo. Está no mais profundo, na raiz, no inconsciente de cada um de nós e do povo.

Anjo lembra amor e carinho, afeto e ternura. Lembra delicadeza e suavidade, bondade, inocência e pureza. Lembra tudo que é bom. Lembra o próprio Deus. Lembra nossos pais, nossa família, nossos amigos. Puro encanto! No nosso dia a dia, o Anjo é lembrado, invocado por todos, crentes e até não crentes. Lembra o Deus-amor que nos acompanha: a vida, o bem, a paz, a alegria, proteção e cuidado. Isso e muito mais expressamos ao invocar o seu nome ou quando qualificamos positivamente alguém que amamos.

Dom José Vieira Lima (que tinha sido bispo de Marabá, Igreja-Irmã de nossa diocese), numa belíssima e emocionante homilia, em 02.10.2011, na Catedral de Santo Ângelo, entre muitas palavras, proferiu estas: “Eu estava pensando como vocês são privilegiados. O padroeiro de vocês é o Santo Anjo da Guarda. ‘Deus deu ordem aos seus anjos que mostrem a nós o caminho da vida’. Padroeiro é aquele que vela sobre seu território, que vela sobre sua cidade, que vela sobre as famílias, que anima, que ilumina, que protege. É o Santo Anjo da Guarda, criatura que saiu das mãos e do coração de nosso Deus. Para que? Para caminhar conosco o caminho da vida. Todos nós temos um Anjo que caminha conosco. Em todos os momentos da vida. Ninguém está sozinho (a). O seu Anjo está bem perto, caminhando com você! O Anjo nos levanta, nos anima, nos alegra, nos envolve. Eu diria muito mais: se nós realmente acreditamos, temos fé e nos colocamos debaixo da proteção do Anjo da Guarda, ele nos abraça. Ele nos envolve. Não só caminha ao nosso lado. A coisa é maior, mais profunda, porque ele nos tem nos seus braços. E na hora da cruz, do sofrimento, das dores, ele também vai caminhando, aliviando os nossos sofrimentos, a nossa cruz, as nossas dores”.

A Bíblia fala muito de anjos, no Antigo Testamento e no Novo Testamento. Podemos lembrar os anjos maiores, os arcanjos Rafael (Deus cura), Gabriel (anjo das boas notícias) e Miguel (quem como Deus?). Na liturgia da missa dos Santos Anjos, temos três lindíssimas passagens que falam dos anjos. Em Êxodo (Ex 23,20-21), o anjo (no singular) aparece como protetor e condutor do povo do Exílio para a Libertação: “Assim diz o Senhor: ‘Vou enviar um anjo, que vá a tua frente, que te guarde pelo caminho e te conduza ao lugar que te preparei. Respeite-o e ouve a sua voz”. Aqui o Anjo aparece fazendo a vez de Deus. No Salmo 90, Deus ordena aos anjos: “O Senhor deu uma ordem a seus anjos (no plural) para em todos os teus caminhos te guardarem”. Em Mt 18,10, quando Jesus fala do Reino dos Céus e das crianças proclama: “Não desprezeis nenhum desses pequeninos, pois, eu vos digo que os seus anjos (plural) nos céus veem sem cessar a face do meu Pai que está nos céus”. Anjos, reveladores do rosto de Deus. Crianças identificadas com anjos. Isso diz tudo!

Quando você diz, ouve ou chama alguém de anjo, qual a IMAGEM que vem à sua mente? Imagem bonita que trazemos em nós desde a infância!

Que tal ser anjo? Anjo anunciador do Reino de Deus, a Boa Notícia da Vida de Deus em favor do povo (Gabriel)? Anjo cuidador-guardador da vida do povo, curando suas doenças e males (Rafael)? Anjo defensor de Deus e da vida do povo contra todas as forças do mal, os Lúcifers de hoje (Miguel)?

Que tal ser anjo da ternura, da acolhida, da bondade, da compaixão, da misericórdia, em nossas famílias e comunidades? Anjo do AMOR, da paciência, da tolerância, do respeito e do perdão, da paz e da alegria? Anjo que traz Deus para perto de nós e nos aproxima de Deus. Anjo que nos faz todos irmãos!


Autor: Pe. Rosalvo Frey - Pároco da Catedral

Notícias em Destaque
Notícias Recentes

CÚRIA  DIOCESANA

Rua Marquês do Herval, 1113

CEP 98801-640

Caixa Postal 1090 - CEP 98801-610

Santo Ângelo - RS – Brasil

Tel.: 55 3313-5263; 55 3313-5308

Diocese logo original.png