top of page

Regional Sul 3 se prepara para enviar 6 novos missionários a Moçambique



No Rio Grande do Sul, o Mês Missionário que se aproxima não será como nos outros anos. É um tempo especial para o Regional Sul 3, que se prepara para o envio de seis novos missionários à missão em Moçambique já na próxima semana e no início de outubro. No grupo, estão o Pe. Henrique Neis, o leigo Benedito Ataguile e as irmãs Ilca Welter, Lourdes Dill, Maria Madalena de Andrade e Rita Lori Finkler.

Já prestes a celebrar 30 anos de Missão em Moçambique, o Regional Sul 3 chega agora à marca de 70 missionários e missionárias enviados ao país africano. Normalmente, os missionários são enviados por um período de três anos e integram juntos a equipe missionária que atende as paróquias de Larde e Micane, na Arquidiocese de Nampula, no norte do país.

Dom Jaime Kohl, Bispo Referencial para a Missão no Regional Sul 3, explica: “Pe. Henrique e o leigo Benedito se juntarão ao Pe. Luiz e a leiga Maria Bernarde em Moma. Já as quatro irmãs constituirão uma comunidade religiosa que atuará em sintonia com a equipe do regional, pois estarão vivendo em uma casa própria, junto a sede da paróquia, em Micane”. Para ele “é uma grande alegria e uma grande graça para renovar a equipe missionária que está em Moçambique no projeto solidário, enviando de uma só vez, seis novos missionários”.


Um caminho de preparação

O acompanhamento aos candidatos à missão iniciou muito antes da partida. Visitas, conversas, encontros de reflexão e discernimento foram apenas os primeiros passos. Em seguida, foi preciso encaminhar toda a documentação necessária para o visto. Além disso, durante este tempo, por mais de quatro meses, os missionários se reuniram semanalmente para aulas de macua – a língua local – e partilhas sobre a cultura e a realidade do local onde passarão a viver.

Outro passo importante na preparação dos seis missionários foi o curso Ad Gentes, oferecido pelo Centro Cultural Missionário (CCM), em Brasília, no início de setembro. O intensivo, de 13 dias, provocou a identificar as motivações à missão, além de trabalhar diversos conceitos sobre a missão ad gentes, na relação com a cultura diferente, no diálogo inter-religioso e a postura que deve ser assumida pelo missionário que chega em uma nova missão. Neste tempo, os participantes também foram convidados a cultivar um estilo de vida de despojamento, serviço, acolhida, vida comunitária, espiritualidade e cuidado com o todo que os envolve – uma verdadeira prática missionária.

O leigo Benedito Ataguile é professor de biologia, reside em Torres e integra o grupo de 3 missionários que partirão no dia 04 de outubro. Ele conta que o curso foi de extrema importância na preparação e ressalta a importância dos temas trabalhados: “Resiliência, espiritualidade, missão Ad Gentes e Inter gentes, missão e a questão da mobilidade humana, Fundamentos da Missão, Dimensão pedagógica e antropológica da missão e Processos de Inculturação”. Para ele, este tempo de preparação possibilitou a expansão dos conceitos da missão e, especialmente, a aproximação e convivência com os outros missionários que integrarão a mesma comunidade em Moçambique. “A Missão é de Deus, nós somos instrumentos de sua vontade“, conclui.


O Sim ao chamado para a missão

Uma grata surpresa do Conselho Missionário Regional coube à pronta resposta da Congregação das Filhas do Amor Divino quando convidadas para constituirem uma comunidade junto à paróquia de Micane, atendida pela equipe missionária do Regional Sul 3. Após um tempo de discernimento e visitas a Moçambique, o COMIRE recebeu com alegria a confirmação de que as irmãs assumiriam aquela comunidade.

As quatro religiosas agora enviadas pela congregação – Ilca Welter, Lourdes Dill, Maria Madalena de Andrade e Rita Lori Finkler – assumem a missão de estrear esta comunidade das Filhas do Amor Divino no país e sentem as malas um pouquinho mais pesadas pela responsabilidade assumida e pela expectativa das tantas novidades que estão por vir.

A presença das irmãs em Micane na percepção de dom Jaime, é “um momento novo e de renovação numa comunhão de carismas”. Em nome do Regional Sul 3, o bispo referencial reconhece o esforço e expressa sua gratidão à Congregação: “Muito obrigado às irmãs Filhas do Amor Divino por essa atitude contagiosa iniciando uma nova comunidade em terra de Missão com 4 pessoas, todas qualificadas. Deus seja louvado!”

A Ir. Rita Lori Finkler, natural de Cerro Largo, no noroeste gaúcho, partilha um pouco do que sente neste momento, já faltando apenas cinco dias para o embarque:

Meu coração agradece a Deus por entrar na barca rumo a nova missão em Micane, Moçambique. Desejo ser presença de Filha do Amor Divino, levar e ser o perfume do amor e da alegria junto do povo. Ver brilhar a vida e a dignidade no estar juntos a caminho do Criador.

A celebração de envio das quatro irmãs acontece no próximo domingo, às 9h30, na Vila Nova, em Porto Alegre. Três delas – Ilca, Maria Madalena e Rita embarcam já na quarta-feira, dia 27, para Moçambique, com a coordenadora do COMIRE, Victória Holzbach. Já a Ir. Lourdes, com Pe. Henrique e o leigo Benedito partem no dia 04 de outubro, acompanhados de dom Jaime Kohl.

Fonte: CNBB Sul 3

Comments


Notícias em Destaque
Notícias Recentes
bottom of page