top of page

Presídio de Santo Cristo acolhe 21ª Jornada do Preso

No dia 05 de outubro aconteceu no Presídio Estadual de Santo Cristo, mais uma Jornada do Preso, promovida pela Pastoral Carcerária em parceria com a casa prisional e o Conselho da Comunidade. A jornada trata-se de um dia de confraternização que busca oferecer momentos de oração, reflexão e cultura para os apenados.

História e objetivos da Jornada do Preso:

Desde a década de oitenta a Pastoral Carcerária vem prestando assistência religiosa ininterruptamente junto ao Presídio Estadual de Santo Cristo, e além das celebrações e encontros reflexivos com as pessoas privadas de liberdade realiza anualmente um encontro chamado Jornada do Preso.

De inspiração trazida por agentes da pastoral que atuavam em outros presídios é que neste ano de 2023 no mês de outubro é realizada a 21ª Jornada do Preso. Este encontro tem como objetivo promover um espaço de acolhida, confraternização, reflexão, oração e empatia. A administração prisional, bem como todos os agentes penitenciários e equipe técnica auxiliam para o sucesso da jornada.

Além de toda preparação do ambiente (quadra), com cadeiras, cartazes, flores, dentre outros detalhes, os agentes da pastoral carcerária com muito amor de dedicação preparam também a refeição e lanche, oferecendo o alimento e o partilhando em pratos de vidro e talheres de alumínio. São pequenos detalhes que são muitos significativos. A data é sempre aguardada com muito entusiasmo pelas pessoas privadas de liberdade, e ao final do encontro deixam depoimentos de gratidão.

Embora os agentes da pastoral carcerária sejam poucos (em torno de 10 pessoas), eles recebem o apoio de toda comunidade com doações para o preparo da refeição e também um mimo para cada participante. É um gesto que demonstra na prática a empatia da comunidade, encorajando-os a mudar suas escolhas, atitudes e retornar ao convívio de suas famílias e comunidade com mais responsabilidade.

Vale salientar que esta ação, também recebe o apoio do Conselho da Comunidade da Comarca de Santo Cristo, o qual através de seus membros participam da jornada e auxiliam na organização. Quando a comunidade consegue além de prestar assistência, colocar-se junto as pessoas privadas de liberdade, o cumprimento de pena deixa de ser apenas uma punição, pois, recebe compaixão e cuidado.

Uma comunidade que aceita e se coloca a disposição para promover junto com o sistema prisional a inclusão das pessoas privadas de liberdade, ainda que por pequenos gestos de acolhida, é uma comunidade que participa da implementação de políticas públicas, e que está disposta a realizar o controle social.

A Jornada do Preso nos ensina que a assistência religiosa pode ser mais do uma crença religiosa a oferecer espaço de oração intramuros, ela pode alcançar através de gestos simples valores que transcendem as relações sociais. E por mais dificuldades encontradas, com diálogo e empatia é possível desenvolver ações como esta que a Pastoral Carcerária de Santo Cristo prontamente acolhe. Organizar e fazer a Jornada do Preso acontecer a vinte e um anos, é mais que uma ação, é uma história.


Colaboração: Iana Pandolfo - Assistente Social e colaboradora da Pastoral Carcerária em Santo Cristo

Σχόλια


Notícias em Destaque
Notícias Recentes
bottom of page