PARÓQUIA SÃO ROQUE GONZALES ACOLHE O 36° ENCONTRO DIOCESANO DE CEBS

30/09/2019

Neste final de semana, dias 28 e 29 de setembro, a Paróquia São Roque Gonzales acolheu o 36° Encontro Diocesano de CEBs. Foram vários meses de preparação, reuniões e formações para a tão esperada data. Os assessores do encontro formam Antônio Andriolli, Nelmo Ten Caten, Ildo Antônio Bohn Gass, Leonice Huppes Berwanger, Movimentos dos Atingidos por Barragens MAB e Pe. Eugênio João Hartmann.

Os 390 delegados das diversas Paróquias da Diocese Angelopolitana foram festivamente acolhidos no sábado, dia 28, pelos membros da comunidade local. Durante este primeiro dia foram realizadas palestras, grupos de reflexão e partilha. A noite os delegados foram acolhidos nas famílias da Paróquia, participando de celebração nas comunidades.

No domingo, dia 29, o encontro seguiu para o Santuário de Assunção do Ijuí, local do Martírio de São João de Castilhos. Ali foi celebrada a Santa Missa, presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Liro Vendelino Meurer, e concelebrada por diversos padres presentes. O encontro prosseguiu com partilha dos delegados, a preparação da carta das CEBs às comunidades da diocese, apresentações artísticas e culturais.

 

Colaboração: Neidi Paula Heck pelas Comunidades Eclesiais de Base.

 

CARTA DO 36º ENCONTRO DIOCESANO DE COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE – CEBs

 

Paróquia São Roque Gonzales – Roque Gonzales/RS – 28 e 29/09/2019

 

            Nós, 390 participantes do 36º Encontro Diocesano de CEBs, em sua maioria leigos e leigas, o Bispo D. Liro Vendelino Meurer, vários padres, membros da IECLB (Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil) e expressivo número de jovens, reunidos nos dias 28 e 29 de setembro de 2019, na Paróquia São Roque Gonzales, na cidade do mesmo nome, saudamos fraternalmente a todas as comunidades e paróquias da Diocese de Santo Ângelo.

Carinhosa acolhida, solene abertura do encontro, a oração inicial, a memória dos encontros a  síntese dos estudos feitos nas paróquias e, especialmente, a ajuda de bons assessores foram importantes para refletirmos sobre o tema “CEBs: Testemunho e Missão pela Vida”, à luz do lema “Eu vos chamei a serviço da justiça” (Is 42,6).

Nessas reflexões e debates sobre a realidade na qual vivemos, percebemos e manifestamos o que segue:

  • Inquietam-nos, intensa e profundamente, as dores e os sofrimentos que machucam a vida e a dignidade das pessoas em nossos dias. Tais situações resultam da desigualdade social, agravada por decisões que têm como horizonte apenas o interesse econômico de grupos poderosos da sociedade.

  • Preocupam-nos a falta de atenção e de atendimento das necessidades básicas da população, tais como o tratamento da saúde pública e ducação, fragilizado pelos cortes de recursos em nome do dito ajuste fiscal.

  • Causa perplexidade o conjunto de ameaças aos direitos sociais da população conquistados em outros tempos com lutas e mobilizações populares.

  • Assustam-nos a liberação excessiva de agrotóxicos e a agressão desenfreada dos exploradores da natureza, especialmente percebida no desmatamento e no fogo na região amazônica.

  • Em meio a essa realidade, marcada pela acentuação do individualismo, da ganância e injustiça, reafirmamos nossa confiança, na caminhada comunitária, na força da solidariedade e na graça de Deus, que sustenta o testemunho de fé e a esperança de seus filhos e filhas.

Por isso, iluminados pela Palavra de Deus e impulsionados pelo Espírito, convidamos todas as comunidades de nossa diocese a assumir conosco os seguintes compromissos:

  • Fazer um trabalho de conscientização nas comunidades sobre a nossa dependência da natureza, para que as pessoas percebam que também somos natureza.

  • Acompanhar e compartilhar vídeos e mensagens de apoio ao Sínodo da Amazônia.

  • Acessar mídias alternativas, que tragam outras fontes de informação sobre a realidade.

  • Considerando MME (Mês Missionário Extraordinário) e a realização do Sínodo da Amazônia, rezar o terço e fazer um dia de jejum por semana, durante todo o mês missionário.

  • Apoiar iniciativas e movimentos sociais que visam a defesa ou o restabelecimento dos direitos dos trabalhadores.

  • Incentivar a participação dos cristãos nos Conselhos Municipais.

Que os Santos Mártires nos inspirem na missão, que a Mãe Conquistadora nos acompanhe na caminhada, que os padroeiros das comunidades nos iluminem e que a Trindade nos abençoe!

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Notícias em Destaque

PARÓQUIA DE SÃO JOSÉ DO INHACORÁ SE PREPARA PARA SANTAS MISSÕES FRANCISCANAS

10/12/2019

1/8
Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Informações para Contato:

 

Diocese de Santo Ângelo, Rua Marques do Herval, 1113 - Santo Ângelo - RS
Fone: (55) 3313-5308